terça-feira, 7 de julho de 2009

Prometi...


Prometi a mim mesma
que esta seria a última tentativa,
a última luta,
a ultima batalha que iria travar por vocês...

Prometi a mim mesma
serem estas as ultimas lágrimas caídas por vós...

Prometi a mim mesma
e a quem me rodeia e ama,
que vos fecharia de vez o meu coração e deitaria fora a chave...

Só eu sei o que me custou
o quanto doeu,
mas a partir de hoje o meu amor por vocês está fechado...

Se por acaso acharem a chave e o quiserem soltar,
pode ser que eu ainda cá esteja para ver...

Quem sabe o dia de amanhã,
mas a esperança essa ultima réstia de qualquer acto,
essa acabou...

E esta luta deixou marcas profundas
que acho que jamais as conseguirei curar...

Talvez não seja um adeus,
talvez seja só um até um dia,
quem sabe...

Mas para já fico em paz e assim deposito as minhas gastas armas de luta...

2 comentários:

Maria Luisa Frias Almeida disse...

Entendo o quanto é difícil assimilar certas coisas mas talvez seja a altura de dize: BASTA! Não temos o direito de desperdiçar o nosso tempo, a nossa vida a tentar entender os outros. Chega o momento de pensarmos em nós, em quem nos apoia, em quem nos ama e obrigarmo-nos a ser felizes. Todos merecem, e tu principalmente princesa.
Nunca te esqueças que a tia te ama incondicionalmente... como a uma filha.
ADORO-TE

Anónimo disse...

É bom ter alguém que goste de nós...incentiva-nos a termos força,mesmo quando pensávamos que já não existia...a força.Muito bem. Me....