quarta-feira, 16 de junho de 2010

Posso jurar...


Olhei-te nos olhos
e posso jurar,
que disseste sem falar
o que eu mais podia desejar...

Vi as tuas mãos
e posso jurar,
que senti sem me tocares
tudo o que me querias dar...

Ouvi-te suspirar
e posso jurar,
que mesmo não querendo
me fizeste sonhar...

Disse-te adeus
e posso jurar,
me doeu mais
do que possas sequer pensar...


(Ladybutterfly)

2 comentários:

Rosemildo Sales Furtado disse...

Oi Lady! Passando para te desejar uma bela quinta-feira e dizer que adorei o poema. Quer saber o porquê?

Olhei teus escritos
E posso jurar,
Neles não há conflitos
Nem nada pra contestar...

Beijos,

Furtado.

LadyButerfly disse...

Muito obrigada amigo, muito bom ouvir esta palavras de alguém que escreve tão bem como tu... Beijo enorme...